Big Brother: Pedro Henrique denuncia espionagem e agita cenário de eleição de Alto Alegre

Crédito:

Compartilhe:

E em tempos onde espionagem é a palavra da vez, um denúncia sobre uma possível espionagem foi parar na delegacia de polícia no município de Alto alegre onde acontece no próximo domingo um eleição ‘tampão’ para prefeito.

O ex-prefeito Pedro Henrique revelou uma vigilância invasiva em sua casa por um opositor político. Ele disse que seu vizinho colocou um sistema avançado de câmeras para espioná-lo, mirando até em áreas privativas.

Segundo Henrique, um conjunto sofisticado de câmeras de segurança, foi instalado no terreno do vizinho com o propósito de monitorar exclusivamente sua residência, incluindo áreas íntimas como o banheiro. A residência de Henrique também serve como comitê de campanha do candidato a prefeito Magrão.

Invasão da Privacidade

Essas câmeras, colocadas estrategicamente, têm zoom de 50 vezes e captam áudio à distância. Pedro afirma que isso detalha tudo que acontece dentro de sua casa, invadindo sua privacidade.

Estratégias de Vigilância

O terreno vizinho facilita essa vigilância, sem portão e com visão clara para a casa de Henrique. Curiosamente, esse terreno é um local de reuniões políticas do opositor Wagner Nunes.

Motivações Políticas?

A instalação seguiu um evento de campanha de Nunes, sugerindo motivações políticas. O dono das câmeras, um apoiador de Nunes, reforça essa teoria.

A instalação das câmeras ocorreu um dia após o local ser usado para uma campanha de adesivação de Nunes, levantando suspeitas sobre a intenção por trás da escolha do local para a vigilância.

O proprietário das câmeras e do terreno é um conhecido apoiador de Nunes, ampliando as preocupações sobre a motivação política da ação.

Ações Legais

Pedro Henrique busca a justiça, registrando um boletim de ocorrência contra o abuso das câmeras.

 

 

PUBLICIDADE