Cassação de Jalser: Deputados trocam ofensas e batem boca em plenário

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Os deputados Jorge Everton e Jalser Renier foram separados por policiais militares da segurança da Assembleia, após trocarem acusações e ofensas no plenário. A confusão aconteceu durante sessão legislativa desta quarta-feira, 23.

Everton era o relator da comissão de ética e fez relatório pedindo a cassação de Jalser Renier.

A confusão começou no grande expediente quando Jorge Everton usou a tribuna para afirmar que Jalser Renier era um deputado miliciano.

“Um deputado que desonra esse parlamento. Um miliciano covarde. Que agrediu outros deputados, latindo, um machão que tenta agredir mulheres. Ele falou do meu pai e da minha mãe. Lave sua boca. Você colocou sua mãe na cadeia. O povo de Roraima sabe quem é você”

Everton falou de sua vida profissional e disse que tem currículo, mas que Jalser tem ficha criminal.

“Caso gafanhoto, Cartas Marcadas, Royal Flash e o sequestro de Romano. Miliciano não aguenta quando polícia está falando”

Renier chama Everton de leviano e disse que ele vendia político

Na sua fala Renier chamou Jorge Everton de leviano, e afirmou que ele fez da comissão um circo. Durante a confusão o presidente Soldado Sampaio tentou evitar uma briga maior, mas não foi ouvido pelos colegas.

Renier também citou a questão da CPI da Saúde e disse que Everton negociava apoio de parlamentares com outros políticos. “Esse senhor falta com a verdade e é descarado, não tem escrúpulos e não pode falar de família pois trocou sua esposa por uma mulher casada”.

Jorge Everton não deixou o politico concluir a fala e chamou Renier de Vagabundo, declarando que sua vida pessoal não estava sendo julgada na Assembleia. O parlamentar também chamou o outro de covarde e o chamou para briga no plenário

Jalser continuou as ofensas.

“O senhor é um escarnio, um inútil, um agressor. Enganou a Teresa e traiu Anchieta e vai trair esse governador. Você é o diabo de Roraima”

Presidente pede comparecimento em sessão de cassação

O presidente da Assembleia Soldado Sampaio (PCdB) também convocou os parlamentares para a sessão que vai ocorrer nesta quinta-feira, 24, declarando que era preciso acabar com esse clima na Assembleia

“Convoco todos os deputados a participarem da Sessão amanhã para avançarmos o máximo possível. E por parte dessa presidência temos interesse em dar um ponto final neste processo em relação a quebra de decoro do deputado Jalser. Está um clima desagradável, essa troca de acusações, esse embate e não queremos isso para o parlamento. Devemos fazer o enfrentamento e temos buscado conduzir com imparcialidade respeitando o trabalho de todos. Isso enfraquece e expõe de forma desnecessária ao parlamento para a sociedade com fake News e troca de acusações”