Governo divulga resultado final do Concurso Público para professor

Compartilhe:

O Governo de Roraima divulgou o resultado final do Concurso Público para contratação de professores da Educação Básica. Foram classificados 1.594 candidatos e a publicação está disponível no DOE (Diário Oficial do Estado) do dia 09 de dezembro.

O Concurso Público terá vigência de dois anos prorrogável por igual período. A jornada de trabalho será de 30 horas semanais com vencimento inicial básico de R$ 3.782,94.

Foram ofertadas 650 vagas para preenchimento imediato e Cadastro Reserva. O certame contou com 8.231 candidatos inscritos, destes, 1.471 de outros Estados da Federação. As provas foram aplicadas no dia 10 de outubro deste ano a banca responsável foi o IBFC (Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação).

“Esse concurso público era aguardado pelos professores há 14 anos. Um sonho que se tornou realidade na minha gestão. E continuamos empenhados, trabalhando para transformar a Educação de Roraima, seja com a melhoria da parte estrutural das escolas, seja com a qualificação e valorização dos nossos profissionais”, destacou o governador Antonio Denarium.

Segundo a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo, esse é mais um compromisso firmado e realizado pelo governador Antonio Denarium em busca da melhoria da qualidade da Educação de Roraima. “Os professores aprovados vão compor o quadro efetivo e isso representa um grande passo para o processo de ensino do Estado”, destacou.

 

 

PRÓXIMAS ETAPAS

A partir de agora, as próximas etapas do Concurso Público entre elas, convocação, nomeação, assinatura do Termo de Posse e contratação, serão realizadas sob a responsabilidade da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração).

Os candidatos devem ficar atentos e acompanhar as publicações no Portal do Governo de Roraima www.rr.gov.br ou diretamente no site da Segad, no endereço www.segad.rr.gov.br.

“De imediato serão chamados os 650 professores e antes do início do próximo ano letivo, esses novos docentes deverão ser convocados para tomar posse e entrar em sala de aula em 2022”, destacou Leila Perussolo.

A secretária informou ainda que após essa etapa, a Seed e Segad vão analisar as vacâncias que ocorreram nos últimos anos em virtude de aposentadorias ou óbitos e após essa análise, mais professores poderão ser convocados futuramente mediante ordem de classificação.