You are currently viewing Mesmo com aulas suspensas, prefeitura faz licitação milionária para transporte escolar
Contrato visa aluguel de transporte escolar mesmo com aulas presenciais paralisadas (Foto: Agência Senado/Reprodução)

Mesmo com aulas suspensas, prefeitura faz licitação milionária para transporte escolar

Mesmo com as aulas presenciais suspensas e sem previsão de retorno, a Prefeitura de Boa Vista (PMBV) divulgou aviso de licitação para contratação de empresa de transporte escolar para estudantes da zona rural e comunidades indígenas da Capital. O valor dos contratos chega a quase R$ 9 milhões.

O aviso de licitação do pregão eletrônico nº 010/2021 e nº 011/2021, para registro de preços, foi divulgado no Diário Oficial do Município (DOM) no último dia 08 de janeiro.

Na ocasião, o processo nº 019688/2020 da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) visa eventual contratação de empresa especializada em locação de veículos automotores, para aluguel de 30 micro-ônibus ao valor de R$ 6.084.000,00 milhões. 

Já o processo nº 019738/2020 é voltado para aluguel de 15 veículos automotores tipo pick-up ao valor de R$ 2.241.000,00. O pagamento dos valores será feito com base em recurso próprio e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Nos dois casos, o período de duração do contrato é de um ano.

Ambas as licitações visam veículos com quilometragem livre e com manutenção periódica, para atender com transporte escolar as escolas da rede municipal de ensino situadas na zona rural de Boa Vista, nas comunidades indígenas, bem como as superintendências e coordenações que dão suporte a SMEC.

Vale ressaltar que os contratos são válidos somente para o aluguel dos veículos e não incluem os serviços de motorista e nem de combustível. Os interessados em participar da licitação tem até dia 21 de janeiro para entrega das propostas. 

 

Um dos processos licitatórios tem custo de R$ 6 milhões (Foto: Reprodução)

 

Aulas estão suspensas desde março do ano passado

As aulas presenciais nas escolas municipais de Boa Vista estão suspensas desde o dia 17 de março do ano passado, segundo decisão da ex-prefeita Teresa Surita. Desde então, não foi anunciado um novo calendário escolar pela gestão municipal, com a permanência de atividades remotas por meio de aplicativos e aulas online durante todo o resto de 2020.

Na época, a gestora informou que a medida visava ‘garantir a saúde da população e evitar aglomerações que possam contribuir com a disseminação do novo coronavírus”. 

A reportagem do ‘Política Macuxi’ entrou em contato com a Prefeitura de Boa Vista para saber o motivo da possível contratação e se há alguma previsão de retorno das aulas presenciais, mas ainda aguarda retorno.

Deixe uma resposta