Chuva castiga bairros de Boa Vista e expõe drenagem ineficiente

Chuva castiga bairros de Boa Vista e expõe drenagem ineficiente

A chuva que atingiu a capital de Roraima neste final de semana causou transtornos para a população devido a um problema que permanece há anos sem solução: a falta de drenagem adequada para que ruas, avenidas e casas não fiquem debaixo d’água. Choveu, alagou. É a realidade de Boa Vista e seus bairros mais afastados do Centro, principalmente.

Mesmo após horas de uma trégua da chuva, a reportagem encontrou diversas ruas intransitáveis ou com acúmulo de água na manhã deste domingo, 22. Lugares em que há o sistema de drenagem, mas que funciona de forma ineficiente e outros bairros nos quais o serviço inexiste.

A água cobriu a rua Galileia, no bairro Asa Branca. Condutores de veículo transitavam no local com dificuldade. Pedestres nem se arriscavam a passar pela lagoa que se formou na via. Os moradores da rua asfaltada e com sistema de drenagem também enfrentavam problemas para sair de suas casas.

Na rua José Aleixo, no bairro Liberdade, a situação era parecida. O acúmulo de água nas laterais da via gerava transtornos. A rua América Sarmento, no bairro Santa Teresa, estava quase intrafegável. A via que é lateral ao 3º Distrito Policial foi recém asfaltada e, teoricamente, segundo os moradores, deveria ter um sistema de drenagem eficiente, mas não é o que se vê.

Um morador do bairro Tancredo Neves informou que várias ruas no local têm problemas com alagamento.

“Os carros quase não passam devido a tanta água. Até mesmo nas vias com drenagem alaga. É um transtorno danado”, contou o morador José da Silva.

De acordo com ele, a rua Maria Rodrigues dos Santos, é uma das que tem sérios problemas.

“Lá tem asfalto só até a metade e drenagem passou foi longe. A Prefeitura começou, não terminou e já foi pra outra rua. Estão só maquiando a cidade para dizerem que estão em todos os bairros. A rua alaga com qualquer chuvinha. A água fica para entrar dentro de casa”, relatou.

Na rua Estrela Celeste, bairro Raiar do Sol, o serviço incompleto de infraestrutura na via também gera dor de cabeça aos moradores, especialmente depois de uma chuva. Para transitar pelo local é preciso atravessar quase uma lagoa que se forma em parte da via. A reportagem flagrou uma pessoa passando com água no joelho para conseguir acessar o outro lado da rua.

No bairro Senador Hélio Campos, parte da rua HC 15 também alagou. Um morador do local criticou o trabalho paliativo que a Prefeitura de Boa Vista realizou na via sem qualquer solução definitiva para o problema que permanece há anos.

“Uma semana antes das eleições, a Prefeitura passou raspando a rua para fazer uma maquiagem, mas na realidade quando chove a situação é essa”, disse.

Vídeo que mostra restaurante de Boa Vista alagado viraliza na internet

A noite do último sábado, 21, foi de preocupação para quem reside nos bairros mais distantes do Centro de Boa Vista. Um vídeo que viralizou na rede social Facebook mostra os funcionários de um restaurante da rua S24, no bairro Santa Luzia, interrompendo o trabalho para tirar a água que invadiu o local.

A internauta que postou as imagens escreveu na legenda do vídeo:  “Infelizmente, a doença da maquiagem continua. A cada ano, piora. Boa Vista-RR. + de oito anos, e sempre pior”.

A postagem teve grande engajamento, passou dos 100 compartilhamentos após algumas horas no ar. Os internautas ressaltam que o problema existe por causa da falta de ações da atual gestão para acabar com esse tipo de transtorno.

Um deles ressalta que a população paga tributos para ter drenagem nas ruas, mas não tem.

“Nossos impostos são pra isso, né!? Olha que não são poucos né!?, 40%”, escreveu. Algumas pessoas afirmaram que a via onde fica o estabelecimento não tem bueiro. “A cidade da maquiagem. Basta um ‘chuvisco’ que alaga tudo. E ainda tem gente sem noção que não vê ou finge que não vê”.

Deixe uma resposta