Linoberg oficializa pré-candidatura à PMBV

Linoberg oficializa pré-candidatura à PMBV

O vereador Linoberg Almeida (Rede Sustentabilidade) oficializou sua pré-candidatura à Prefeitura de Boa Vista nas próximas eleições.

Apesar de já vim despontando há meses como um dos nomes na corrida eleitoral ao cargo majoritário, ainda não ficou definido nome de seu pré-candidato a vice-prefeito, nem os apoios políticos de sua candidatura.

Segundo o parlamentar, o lançamento de sua pré-campanha deve ocorrer nesta terça-feira, 18, e será feito de forma virtual devido à pandemia do Coronavírus.

“Pela pandemia e a situação que estamos vivendo não acho que seja o momento de aglomeração nem de festa. São centenas de pessoas que morreram e tem muita gente doente ainda. Iremos publicar um vídeo no dia 18, às 12h, em que todo o processo ficará claro à sociedade boa-vistense”, disse.

Em uma entrevista exclusiva ao Política Macuxi, o pré-candidato falou sobre alianças políticas; projetos para Boa Vista; prioridades de gestão e reeleição.

Projeto coletivo
O pré-candidato destacou seu currículo como professor da Universidade Federal (UFRR), onde possui mestrado e doutorado, e comentou sobre a oportunidade de transformar a educação em Boa Vista.

“Na verdade, sempre temos que lembrar que não caí de paraquedas, é um projeto que não é meu, é coletivo. Tenho um mandato de vereador e uma vontade incrível de estar junto das pessoas, de transformar meu trabalho em mudança real na vida das pessoas. Quero concretizar o poder transformador que a educação tem tanto na minha vida como na vida de muita gente na cidade de Boa Vista”, ressaltou.

Boatos sobre alianças políticas
O nome de Linoberg vem sendo ventilado como possível pré-candidato ao Palácio 9 de Julho desde o final do ano passado.

O vereador tem apresentado um trabalho de destaque na Câmara Municipal, com mais de 1.500 indicações e 20 leis de sua autoria, e surge como uma das principais alternativas da esquerda na Capital para o cargo majoritário.
Bem avaliado em pesquisas internas, sua pré-candidatura chegou a questionada após uma suposta aliança para compor como vice na chapa do ex-deputado federal Luciano Castro (PL), que também disputará a Prefeitura em Boa Vista.

“Como está cheio de boatos e fake news sobre acordos e suposta pré-disposições minha a ser vice de a ou b, e como nada disso existe, chegou a hora de confirmar que serei pré-candidato à Prefeitura pela Rede Sustentabilidade”, afirmou.

Prioridade em transparência nos recursos
Linoberg também afirmou que pretende de apresentar uma campanha diferente, sem promessas vazias e preciosismo. “Está cheio de gente se colocando como salvador da pátria, que vai resolver todos os problemas, mas não sabe o tamanho do orçamento da cidade e quando teve a chance de trazer emendas que poderia resolver o problema de milhares de pessoas não fez sua parte”, destacou.

Segundo ele, uma de suas prioridades caso seja eleito para a Prefeitura será a transparência nos recursos públicos destinados à Capital.

“O que eu quero é dar consciências às pessoas das dificuldades e mostrar que precisamos priorizarmos a transparência nos recursos públicos, como no lixo e IPTU, ocupação de espaço urbano, a zona azul, que vai ficar ainda uma disputa judicial. Para fazer diferente tem que ser a diferença e para isso precisamos estar junto das pessoas”, observou.

Contrário à reeleição
O vereador comentou que o fato de não acreditar em reeleição o fez optar por não prosseguir com seu trabalho na Câmara Municipal. “Não acredito em reeleição! O mandato de vereador deveria ser de 1461 dias e não faço mandato trampolim para projeto individual. Assim será na Prefeitura, que precisa também ser de 4 anos sem pensar em reeleição para plantarmos uma semente que é a da transformação num mandato de transição para mais cidadania, transparência, ciência, técnica, planejamento urbano para as pessoas da cidade de Boa Vista”, concluiu.

Ouça a entrevista completa com o pré-candidato à Prefeitura de Boa Vista, Linoberg Almeida (Rede):

Saiba como está a corrida eleitoral à PMBV
A pouco mais de um mês para o prazo final do registro de candidaturas, que por conta da pandemia do novo coronavírus passou de 15 de agosto para 26 de setembro, mais de 10 nomes já sinalizam participar da corrida eleitoral para administrar a prefeitura de Boa Vista.

Conforme o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o primeiro turno das eleições 2020 ocorre em 15 de novembro, e o segundo turno no dia 29 do mesmo mês.

Dentre os pré-candidatos que vão concorrer a gestão municipal da capital de Roraima, para assumir o período de 2021 a 2024, está o atual vice-prefeito Arthur Henrique (MDB), os deputados federais Ottaci Nascimento (SD), Nicolleti (PSL) e Sheridan (PSDB), o vereador Linoberg Almeida (Rede), o servidor público Fábio Almeida (Psol), a coordenadora Estadual das Mulheres Progressistas Gerlane Baccarin (PP) e o ex-ministro da Indústria e Comércio, Marcos Jorge (Republicanos).

A lista de pré-candidatos à PMBV tem ainda os nomes dos ex-deputados federais Abel Galinha (Dem) e Luciano Castro (PL), pastor Isamar Ramalho (Podemos), Rudson Leite (PV), Shaolyn Gomes (PMN) e Zé Haroldo Cathedral (PSD).

Deixe uma resposta