MDB promove lives com tom de campanha eleitoral e cria atrito com deputados

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em duas lives seguidas, na noite dessa quinta-feira, a prefeita de Boa Vista Teresa Surita e o ex-senador Romero Jucá deram o pontapé inicial na campanha eleitoral de 2020 em Roraima.

Meia hora antes de iniciar a live, Teresa Surita publicou no twitter um post afirmando que tinha recebido uma mensagem de que servidores da Assembleia Legislativa teriam sido instruídos a atacarem ela e Romero Jucá nas lives.

O print da suposta conversa foi colocado fixado no mural da prefeita em uma de suas redes sociais.

 

O mesmo post foi compartilhado por Romero Jucá dizendo que tinha recebido a “denúncia”.

“Se mobilizaram para atacar minha live mas ia ficar muito feio para eles e desistiram. Quem invade hospital para tirar fotografia ia invadir minha live para me atacar. Ainda bem que se mancaram, ótimo, pois acho que a politica deve ser falada após se melhorar a Covid.

A exposição teve resposta imediata dos deputados que postaram vídeos e reclamações em redes sociais pedindo respeito ao Poder Legislativo.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier; também usou o Twitter pra responder ao ataque e disse “não ter culpa da revolta do povo contra os políticos”.

Os deputados Jeferson Alves e  Renan Filho reclamaram do posicionamento dos políticos do MDB e insinuaram desespero dos adversários políticos.

Os deputados Gerson Chagas, , Yonny Pedroso e Chico Mozart e   Renato Silva também prestaram solidariedade aos servidores

Nos comentários das lives o marido da prefeita, Marcelo Guimarães e a esposa de Romero Jucá, Rosilene Brito, iniciaram uma série de ataques diretos aos deputados estaduais, ao afirmarem que servidores da Assembleia estariam atacando gratuitamente os políticos na internet.