CASA CIVIL: Deputado nega convite e elogia ex-secretário

CASA CIVIL: Deputado nega convite e elogia ex-secretário

O líder do governo estadual na Assembleia Marcelo Cabral (MDB), em entrevista ao site Política Macuxi, negou que tenha sido convidado para assumir a Casa Civil como foi ventilado nos bastidores políticos.

Na avaliação do deputado o novo chefe da casa civil precisa ter a confiança do governador e ser próximo dos políticos.

“Não fui convidado e na verdade ainda nem conversei com o governador sobre o assunto. O Chefe da casa Civil precisa ser pessoa de confiança do governador e ter carta branca para tomar atitudes em nome do governo. É preciso isso para que todos entendam que ele é o segundo nome no governo”

Marcelo Cabral disse que Disney Mesquita contribuiu muito com o governo enquanto esteve a frente da Casa Civil.

“Foi o secretário mais próximo da política no governo Denarium e tinha uma boa relação com a classe política. Foi uma perda grande e não sei se hoje existe no governo alguém na mesma altura do papel que ele fazia”

Marcelo disse que lamenta a saída de Disney Mesquita do cargo.

“Só tenho a lamentar. Ele fez o possível e o impossível para ajudar o estado de Roraima e aproximou muito o legislativo do executivo. Fez o papel da Casa Civil de ouvir os deputados e dar ideias para ajudar o estado e fez o seu papel exemplar”

Já Marcelo Cabral afirmou que continuará como líder da Base Governista no Parlamento, e que não deixaria o mandato e nem o compromisso que assumiu com os eleitores para assumir cargo no Executivo.

Covid

Durante o discurso, o parlamentar, que está recluso se recuperando do covid-19, cobrou atitude do Governo para solucionar os problemas enfrentados pela população que busca ajuda na saúde pública durante a pandemia.

“O que tá faltando? Recurso tem, então qual é o plano do governo para solucionar esse colapso na saúde? É muito triste ver as pessoas irem ao hospital e não ter remédios, não ter respiradores e nem leitos. Eu estou com essa doença, mas graças a Deus não precisei ser internado”, criticou.

Outros possíveis candidatos

Nos bastidores políticos, vários outros nomes foram citados como possíveis indicados para a vaga.

O deputado Chagas que está na oposição ao governo e comanda a CPI da Saúde, afirmou que não recebeu nenhum convite e disse que se recebesse, conversaria com a Assembleia sobre o assunto.

Outros nomes que foram citados são o de Ionilson Sampaio, que hoje comanda a Femarh e já foi deputado nas legislaturas 2007-2010 e 2011-2014.

Também estão sendo citados os nomes de Flamarion Portela e Joaquim Ruiz, ex-deputados estaduais e da cunhada do governador que hoje está no comando da secretaria de educação, Leila Perussolo.

Deixe uma resposta