TRE rejeita recurso em ação contra governador, vice e senador

Crédito:

Compartilhe:

O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) manteve a decisão de absolver o governador Antonio Denarium (Progressistas), o vice-governador Edilson Damião (Republicanos) e o senador Hiran Gonçalves (Progressistas) de acusações de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2022.

A decisão unânime favoreceu os suplentes José Raimundo Rodrigues e Aline Rezende, bem como o prefeito de Normandia, Wenston Raposo, todos filiados ao partido Progressistas.

A desembargadora Tânia Vasconcelos, relatora do caso, descreveu os embargos de declaração movidos pela coligação opositora Roraima Muito Melhor, liderada pela ex-candidata ao governo Teresa Surita, como uma expressão de insatisfação infundada com o veredicto inicial.

Para a desembargadora não houve ambiguidades ou omissões na decisão que necessitassem correção.

Entenda a Ação

No decorrer da Ação de Investigação Judicial Eleitoral, foi alegado pela coligação que recursos destinados à assistência de Normandia durante um intenso período de chuvas foram indevidamente usados para financiar o Festival da Melancia, beneficiando as campanhas dos acusados.

No entanto, o TRE considerou que as evidências apresentadas pela coligação não eram suficientes para sustentar a acusação, e por isso rejeitou o processo.

PUBLICIDADE