Roraima exporta US$ 32,9 milhões em janeiro e registra mais um recorde

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O cenário positivo para as exportações roraimenses, que se observa desde 2019, continua expressivo. Em janeiro de 2022, Roraima atingiu a marca de US$ 32,9 milhões em mercadorias exportadas, a maior para o mês de janeiro em 25 anos. É o que aponta um estudo realizado pela Seplan (Secretaria do Planejamento e Orçamento) com base nos dados extraídos do Portal Comex Stat do Ministério da Economia.

Os números revelam uma alta de 127% em relação ao mesmo período de 2021, quando foi registrado US$ 14,5 milhões em exportações. Conforme a Seplan, o valor alcançado em janeiro deste ano é o maior de toda a série histórica – que agrega dados desde 1997.

“Temos observado que, a cada mês e a cada ano, esse volume de exportações tem superado recordes. E isso vem contribuindo diretamente para o desenvolvimento de Roraima, com o crescimento do nosso PIB [Produto Interno Bruto] e, consequentemente, com a geração de emprego e renda”, frisou o governador Antonio Denarium.

Para o secretário da Seplan, Diego Prandino, mesmo com os impactos na economia em decorrência da pandemia de covid-19, esse saldo positivo nas exportações demonstra que Roraima retomou a atividade econômica com equilíbrio, garantido posição no mercado agroexportador.

“Mantendo a tendência de alta verificada durante o ano de 2021, o mês de janeiro de 2022 deu continuidade ao bom desempenho das exportações roraimenses, ficando abaixo apenas dos meses de novembro e dezembro de 2021. Esses números expressivos também demonstram o compromisso da atual gestão em criar um ambiente de negócios saudável e promover o aumento da atividade econômica”, reiterou Prandino.

Ainda conforme o secretário, a pauta das exportações em janeiro de 2022 teve dois destaques. O primeiro aponta para a Venezuela como principal destino dos itens exportados, com 64% em produtos alimentícios e outros, num total de US$ 21,2 milhões. O segundo revela a soja como destaque, com 33% de participação na balança comercial do Estado, tendo como destino principal a Espanha.

IMPORTAÇÕES – Em relação às importações, foram adquiridos US$ 15,6 milhões em produtos, valor 1.064% maior do que o mesmo período do ano passado. Os principais itens importados foram: geradores de vapor, vindos da Suécia; fertilizantes, oriundos de Israel; e pneumáticos, vindos da China.

Iniciando o ano, o saldo da balança comercial de Roraima mais uma vez apresentou-se superavitário, com o valor das exportações superando o das importações em US$ 17,3 milhões no mês de janeiro deste ano, uma alta de 32% em relação ao mesmo período do ano passado.