Vereador acusa Prefeitura de BV de deixar estragar vacinas contra a Covid-19

Vereador acusa Prefeitura de BV de deixar estragar vacinas contra a Covid-19

Uma denúncia feita pelo vereador Nilson Bispo (PSC) aponta que a Prefeitura de Boa Vista estaria deixando estragar doses de vacina contra a Covid-19 que estariam sobrando nos pontos de vacinação da capital.

A denúncia foi amplamente divulgada nesta segunda-feira, 22. Conforme o vereador, aproximadamente 200 frascos de vacina teriam sido abandonados sem uso pelos boavistenses. As doses que sobram são provenientes dos frascos com dez doses da CoronaVac, chamadas de ampolas multidoses. Depois de abertas, segundo a Anvisa, elas têm validade de oito horas.

“Não podemos jogar fora, são vidas, é a imunidade que tantas pessoas querem e almejam, mas não estão conseguindo. É inaceitável que a Prefeitura permita que isso ocorra. Vemos a Prefeitura falando mal das ações do Governo, mas quando chega a contrapartida em fazer o que tem que ser feito, não faz”, disse o vereador.

O vereador informou que acionou a Polícia Civil e informou que irá abrir um procedimento para apontar os culpados pelo desperdício. “É um crime o que o estão fazendo. Se essas doses fossem utilizadas em outras pessoas estaríamos aproveitando ao máximo. São dinheiro e vidas sendo jogadas fora”, afirmou.

Vacinas tem que ser usadas em 8 horas

Conforme a Anvisa, todas as doses de vacina contra a Covid devem ser utilizadas num prazo de até oito horas após a abertura do frasco multidose, desde que ele seja mantido em condições assépticas e sob temperatura entre +2°C e +8°C. Essa medida visa garantir as propriedades do imunizante, uma vez que a vacina não contém conservantes.

Até esta segunda-feira, 22, apenas idosos com mais de 70 anos podiam ser vacinados em pontos de vacinação na cidade de Boa Vista. Conforme o município, Das 32.718 doses recebidas, 21.026 já foram aplicadas desde o início da campanha.

Prefeitura diz que perdas estão dentro da estimativa

Em nota encaminhada à reportagem do Política Macuxi, a Prefeitura de Boa Vista alegou que, de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19, são estimadas perdas operacionais de doses em até 5%. Para o Ministério da Saúde, as perdas operacionais ocorrem com a quebra do frasco, falta de energia, falha no equipamento, validade vencida, falha de transporte, frascos vazios, sem rotulação ou outros motivos.

“Assimque o frasco é aberto, o prazo de validade é de 6h a 8h, dependendo da vacina, com o material armazenado em temperatura e 2 a 8 graus positivos. Em Boa Vista, o percentual de perda chega a apenas 0,21% desde o início da campanha, muito abaixo do valor estipulado pelo MS que é de 5%”, justificou.

Deixe uma resposta