You are currently viewing Votação da unificação do PCCR da Saúde será priorizada, diz Soldado Sampaio

Votação da unificação do PCCR da Saúde será priorizada, diz Soldado Sampaio

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), Soldado Sampaio (PCdoB) informou que a Casa vai priorizar a votação do projeto de lei sobre a unificação do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR) dos profissionais da Saúde quando este for protocolado na Casa. O anúncio foi feito durante a apresentação do projeto pelo governador do Estado, Antônio Denarium, no palácio Senador Hélio Campos.

O presidente Soldado Sampaio disse que acompanhou de perto a luta da categoria por essa unificação. Ele destacou que ao ser protocolada na Assembleia Legislativa, a matéria será analisada em caráter de urgência, para concretizar este anseio dos profissionais de saúde.

“Queremos fazer essa votação com uma grande festa, como um gesto para reconhecer a legitimidade do direto de vocês. Será um momento de justiça, acima de tudo, um momento importante para os trabalhadores, para o Estado de Roraima”, disse o presidente, se dirigindo aos servidores presentes.

O plano ainda passará pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e pela Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan) antes de ser encaminhado ao Legislativo. O governador Antonio Denarium disse que a aprovação do PCCR corrigirá uma injustiça cometida pelas gestões anteriores. “Unificando o PCCR da Saúde, de todas as categorias, inclusive dos médicos. A Saúde que acumulava uma perda de 27,5%, está sendo proposto agora e já foi acordado com as categorias um reajuste de 43%”.

O plano foi elaborado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesau), que ouviu e conciliou os interesses de 14 categorias de saúde. Desde janeiro do ano passado, os trabalhadores participam da construção desse plano, segundo relatou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Civis Efetivos do Poder Executivo de Roraima (Sintraima), Francisco Figueira. “Que seja realmente aprovado esse PCCR junto a Assembleia Legislativa, e que seja sancionado mais o rápido possível”.

Na ocasião, estavam presentes os deputados Neto Loureiro (PMB) e Nilton Sindpol (Patri), além de representantes da categoria e outras instituições do Estado.

 

Deixe uma resposta