Professores acusam prefeita de descumprir prazo sobre rateio do Fundeb

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Professores da rede municipal de ensino de Boa Vista continuam cobrando a prefeita, Teresa Surita (MDB), sobre o rateio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Desde agosto, ao menos três protestos já foram realizados pelos professores. Eles alegam que, por conta da Pandemia e a consequente suspensão das aulas na rede municipal desde março, a Prefeitura deixou de gastar boa parte dos recursos do Fundo, e que o município deveria fazer o rateio.

Conforme os profissionais em educação, Teresa teria prometido para este mês de dezembro um posicionamento quanto ao pagamento do abono remanescente do Fundeb, o que não ocorreu.

“A prefeita divulgou em suas redes sociais que em dezembro nos daria um posicionamento sobre o rateio do Fundeb, mas até o momento, nada!”, disse a professora Sirdennys Silva.

Denúncias foram formalizadas pelos professores na Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público de Contas (MPC) e demais órgãos fiscalizadores. Há mais de quatro os profissionais cobram um posicionamento da Prefeitura sobre a questão.

“Cobramos por diversas vezes esse mês, mas não nos deram nenhum retorno. A prefeita havia publicado em suas redes sociais que agora em dezembro daria um posicionamento, mas até agora não falou absolutamente nada”, ressaltou.

Outro lado- A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Boa Vista solicitando posicionamento sobre o assunto, mas não obteve retorno.