No interior, 7 dos 14 municípios terão novos prefeitos

Crédito:

As prefeituras de sete dos 14 municípios iniciarão no dia 1º de janeiro de 2021 com uma nova gestão. Os eleitores de Cantá, Caracaraí, Caroebe, Amajari, Normandia, São João da Baliza e Uiramutã apostaram na renovação e optaram por trocar prefeitos.

Nos municípios de Amajari, que elegeu Nubia Lima (MDB); Caracaraí, que terá como prefeita Diane Coelho (SD); e São João da Baliza, onde Luiza Maura (SD) foi eleita, os gestores em fim de mandato não concorreram à reeleição.

No Cantá, o atual prefeito Carlos Barbudo (Pros) teve 30,64% dos votos e foi derrotado por André Castro (PP), eleito com 53,22% dos votos. Em Caroebe, o prefeito Argilson Martins (SD) foi derrotado por Osmar Filho (Republicanos). A mesma situação também ocorreu em Normandia, que elegeu Dr. Raposo (PSD) e deixou o prefeito Gute Brasil (PL) de fora. Já em Uiramutã, Dedel (PP) deixará a Prefeitura e dará lugar a Tuxaua Benísio (Rede).

Prefeitos reeleitos obtiveram grande percentual de votação

Entre os prefeitos reeleitos no interior, chamou atenção a grande vantagem percentual obtida sobre os segundos colocados. Um dos casos foi em Rorainópolis, onde Leandro Pereira (SD) foi eleito com 60,43% dos votos e ficou à frente de Dr.Áthila, que teve 31,41%.

Em Bonfim, a vantagem foi ainda maior. Joner Chagas (Republicanos) foi reeleito com 66,83%, e Darlene Tiririca (PSB) ficou com 20,83%. Em Iracema, Jairo Ribeiro (MDB) teve 69,94%, e Jala da Van (Pros) ficou na segunda colocação com 30,00%. O percentual foi bem parecido com o de São Luiz, que reelegeu James Batista (MDB) com 66,31%, e deixou Miguel Rodrigues (DEM0 com 33,69%.

No município de Alto Alegre, Pedro Henrique Machado (PSD) foi reeleito com 45,68% dos votos, à frente de Wagner Nunes (PL) que alcançou 34,27%.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE