Candidatos mortos obtém mais de 200 votos para vereador em Boa Vista

Candidatos mortos obtém mais de 200 votos para vereador em Boa Vista

Mais de 200 eleitores em Boa Vista votaram em dois candidatos a vereadores que perderam a vida às vésperas da disputa, mas que continuaram com o nome nas urnas, conforme mostra o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Abel Mangabeira (Solidariedade), que era professor de ensino médio, morreu na segunda-feira (09), cinco dias após um grave acidente de trânsito ocorrido na capital. Ele obteve 16 votos e ficou como suplente na legenda.

Já o advogado Marco Pinheiro (PL), morreu no domingo (15) no dia do pleito, vítima da Covid-19. Ele computou 190 votos nas urnas e foi o oitavo mais votado do partido, também alcançando a suplência.

O curto período entre o falecimento dos candidatos e o dia das eleições impediu que os nomes dos candidatos fossem retirados a tempo antes da votação, visto que as urnas eletrônicas são lacradas.

Dois casos semelhantes ao dos candidatos de Boa Vista ocorreram nos municípios de Bom Jesus de Itabapoana, no Rio de Janeiro, e Passa Quatro, em Minas Geras, que elegeram para prefeito em suas respectivas cidades dois candidatos que perderam a vida às vésperas das eleições.

Deixe uma resposta