Decoração natalina da cidade está em comitê de campanha do candidato Arthur Henrique

Decoração natalina da cidade está em comitê de campanha do candidato Arthur Henrique

Parte da decoração de Natal contratada pela Prefeitura de Boa Vista, no ano passado, está armazenada em um galpão utilizado como comitê de campanha do candidato a prefeito da capital, Arthur Henrique (MDB), no bairro São Vicente.

Há propaganda eleitoral do candidato com foto da atual prefeita de Boa Vista, Teresa Surita, em toda a parte externa do galpão. As grandes estruturas de ferro, flagradas pela reportagem na parte coberta do local, foram distribuídas pela gestão municipal em diversos pontos da cidade, no final de 2019.

O depósito dos itens de Natal e que também funciona como comitê fica na avenida Castelo Branco, n° 1938, antigo Stúdio 55, no bairro São Vicente.

Mesmo com pandemia, Prefeitura irá gastar mais de R$ 2,2 milhões com Natal

Mesmo com a pandemia do Coronavírus, contratos firmados pela Prefeitura de Boa Vista em outubro deste ano, por meio da Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (Fetec), apontam planejamento para a realização do Natal 2020.

Nove contratos publicados no Diário Oficial do Município para prestação de serviço de palco, som, iluminação e decoração ultrapassam R$ 2,2 milhões.

De acordo com o Termo de Homologação, datado de 19 de outubro de 2020, foi contratada a empresa Ecoart Estrutura e Produção LTDA, pelo valor de R$ 1.303.530,84, para atuar no serviço de colocação de estrutura temporária para realização de espetáculos artísticos culturais de grande porte.

A empresa Arcneti Telecom e Informática EIRELI – ME também foi contratada por R$ 69.660,00 para prestar serviço de locação de palco com montagem e desmontagem e carreta palco, pelo prazo de seis meses.

Além da estrutura de palco, a Prefeitura de Boa Vista também contratou, pelo valor de R$ 245.830,00, a empresa R. Prado da Costa e Cia LTDA – ME, pelo período de seis meses, para prestar serviços de sonorização e iluminação cênica, e atender aos eventos apoiados ou realizados pela Fetec.

Outros quatro termos de contrato, com o mesmo objeto, foram publicados no Diário Oficial do Município em outubro. A empresa Ronaldo Gomes Cavalcante – ME deve receber R$ 115.050,00 pela prestação de serviços de sonorização e iluminação cênica. O contrato tem prazo de seis meses para execução.

Já a empresa Rucker Vieira Filho – ME venceu os outros dois contratos para, eventualmente, atender a eventos apoiados ou realizados pela Fetec, conforme publicação: um no valor de R$ 91.625,00 e outro de R$ 56.250,00, ambos com vigência de seis meses.

E, segundo o termo de contrato publicado no DOM em 2 de outubro, a empresa Ecoart Estrutura e Produção – LTDA deve receber R$ 119.700,00   para serviço de sonorização e iluminação cênica. A vigência é de seis meses.

A gestão municipal também contratou a empresa Sione Magalhães Briglia para prestar serviço de decoração e ambientação temática. A empresa venceu a licitação dos nove lotes e receberá o total de R$ 104.013,50 da Prefeitura de Boa Vista.

O setor artístico-cultural foi um dos mais afetados pelas medidas restritivas impostas pela prefeita Teresa Surita, desde março deste ano, que fechou o comércio e suspendeu eventos de qualquer natureza. Artistas, produtores culturais e empresários do setor sofreram com a perda de receitas. A realização de shows e grandes eventos continua suspensa.

Outro lado- A reportagem solicitou posicionamento da Prefeitura, mas não obteve retorno.

Deixe uma resposta