Prefeitura faz pregão milionário para comprar centrais de ar

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Um pregão milionário para compra de centrais de ar para as unidades de saúde chamou a atenção pelo valor dos aparelhos adquiridas durante a pandemia.

O contrato com valor de R$ 1.5 milhão beneficia duas empresas, Ponto das Antenas e Marilene M. Cabral Eireli.

As centrais de ar condicionado seriam para atender as necessidades das Unidades Especializadas, Básicas, Vigilância em Saúde e o Administrativo da Secretaria Municipal de Saúde – SMSA

O termo de homologação publicado no Diário Oficial do Município referente ao Pregão n° 049/2020, que gerou o Processo n° 004362/2020 – SMSA não especifica o número de centrais de ar adquiridas.

O processo também não constava no Portal da Transparência da Prefeitura de Boa Vista, quando a reportagem do blog Política Macuxi fez a pesquisa.

O Política Macuxi teve acesso a relação dos itens constantes no pregão e reproduz aqui.

 

Empresas

Um fato que chamou a atenção é que a empresa Ponto das Antenas,  foi a vencedora de 14 dos 15 itens do pregão ganhando mais de R$ 1 mi. Ela tem como atividade principal “ Comércio varejista especializado de peças e acessórios para aparelhos eletroeletrônicos, exceto informática e comunicação”.

A empresa tem apenas em suas atividades secundárias a venda de ar condicionados, mas sem manutenção, o que consta no contrato feito pela Prefeitura.

A empresa já foi investigada pela Polícia por conta de aluguel de carros para a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania – Sejuc.

A reportagem do Política Macuxi entrou em contato com a empresa por telefone para saber se tinha ar condicionado disponível para venda e recebeu como resposta que a empresa não tinha o material disponível e nem prazo para chegada do possível equipamento.

A outra empresa vencedora, a Marilene M. Cabral Eireli – Me, ganhou apenas um item do edital, no valor de R$ 49.304,00. Ela tem como atividade principal “Instalação e manutenção de sistemas centrais de ar condicionado, de ventilação e refrigeração”.

A reportagem do Política Macuxi também ligou para esta empresa que afirmou ter apenas um dos itens disponíveis: a central de ar de 30 mil btus, no valor de R$ 7 mil a unidade.

Outro lado

A Prefeitura de Boa Vista foi procurada pelo Portal Política Macuxi, que questionou se o valor não está acima do mercado. Também foi questionado o quantitativo de centrais adquiridas e a necessidade desse tipo de compra nesse período de pandemia. Até o fechamento dessa matéria, a Prefeitura não havia retornado o contato