PSL quer celeridade em processos de cassação de Governador

PSL quer celeridade em processos de cassação de Governador

O deputado federal Nicoletti (PSL), presidente regional do PSL de Roraima quer celeridade nos processos de cassação do governador Antonio Denarium (Sem Partido).

O partido decidiu entrar como terceiro interessado em vários processos de cassação do governador Antônio Denarium que tramitam no TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

Denarium foi eleito pela sigla nas eleições de 2018 e, mesmo saindo do partido, o PSL permanece citado como a agremiação do processado.

Segundo o presidente do partido, a intenção é conhecer os processos e provas para tomar providências quanto a possíveis crimes eleitorais.

“Não podemos nem queremos ter em nossos quadros filiados que estejam envolvidos em quaisquer crimes”, afirmou Nicoletti.

O deputado federal que comanda o PSL também quer celeridade dos processos de cassação de Governador para que não pairem dúvidas sobre a seriedade do PSL de Roraima.

“Se na apuração das provas ficar claro a participação de algum membro do partido em ilegalidades, abriremos processo de expulsão imediatamente”, disse o presidente.

PROCESSOS

No Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RR) correm três ações contra o governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL) entre os processos que não estão em segredo de Justiça. Todos eles são de representação do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e do Democratas (DEM).

O governador e seu vice são acusados de compra de votos pela chapa concorrente, liderada na época por José de Anchieta (PSDB) e Abel Galinha (DEM), que disputou as Eleições de 2018 e perdeu no segundo turno.

Procurada, a defesa do governador negou as acusações de compra de votos.

O PSDB também entrou com uma representação contra os dois por supostas irregularidades por conta do gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral.