Denarium exonera secretário de saúde por compra superfaturada de respiradores

Denarium exonera secretário de saúde por compra superfaturada de respiradores

O governador Antônio Denarium confirmou em coletiva a imprensa, a exoneração do secretário de estado de saúde Francisco Monteiro, por causa da compra superfaturada de respiradores. A exoneração ocorreu em meio ao crescimento da pandemia do coronavírus em Roraima e assume como interventor, o atual secretário de segurança Coronel Olivan Junior.

Monteiro foi exonerado após confirmar o pagamento antecipado de R$ 6 milhões feito à uma empresa por 30 respiradouros para Roraima, justificando que outros estados, como São Paulo e Distrito Federal, também fizeram o mesmo.

Na coletiva presencial marcada pelo governo, Denarium reconheceu que houve falhas no rito processual em razão da antecipação do pagamento e confirmou que enviou todos os documentos do processo para auditoria da CGE e TCE.

Denarium explicou que exonerou o secretário de saúde por compra superfaturada de respiradores, mesmo sabendo que a mudança no preço do respirador ocorre por conta da alta do dólar e a demora para a entrega acontece pela grande demanda em todo o país. Disse que o próprio governo acionou a Controladoria Geral do Estado para investigar se há irregularidades, mas que estão convictos que o processo para a compra dos respiradores seguiu a lei no momento de pandemia

O governador anunciou que solicitou da empresa a devolução do dinheiro para ‘comprar outros respiradores em tempo mais hábil, seja pelo preço que for’. Ele explicou também que não tinha conhecimento do pagamento antecipado e, por isso, decidiu exonerar o secretário Francisco Monteiro.

O governador anunciou também que a CGE (Controladoria Geral do Estado) vai colocar 2 controladores dentro da Sesau para acompanhar todos os processos.