Duda Ramos condena espionagem

Crédito:

Compartilhe:

Roraima foi novamente abalada por uma denúncia política neste final de semana, com revelações sobre um suposto esquema de espionagem envolvendo governo e deputados estaduais.

O deputado federal Duda Ramos, a voz mais atuante na oposição ao governo, afirmou em entrevista à imprensa que foi um dos principais alvos desse monitoramento ilegal.

A denúncia, além de mencionar policiais penais e opositores políticos, aponta que até membros do Parlamento estariam sendo vigiados ilegalmente.

Duda Ramos afirmou que considera absurdo e uma violação flagrante de direitos democráticos.

“Ninguém deveria ser alvo desse tipo de monitoramento ilegal, especialmente aqueles que estão simplesmente exercendo seu papel legítimo como representantes do povo”, afirmou o parlamentar.

Espionagem e rompimento inesperado

A denuncia foi feita pelo deputado estadual Soldado Sampaio, atual presidente da Assembleia Legislativa de Roraima para o biênio 2023/2024, quando rompeu com o governador Antonio Denarium, chamando a atenção para a prática de “arapongagem” que estaria ocorrendo nos bastidores do governo.

Para Duda Ramos, é extremamente perigosa essa denúncia que o Executivo esteja monitorando o Legislativo estadual.

“A Assembleia tem justamente o papel de fiscalizar as ações do governo. Monitorar os deputados – sejam eles opositores ou não – além de ser um crime, reforça questões de perseguição política.”

CPI da Arapongagem

O parlamentar falou ainda sobre a instalação de uma CPI da Espionagem na Assembleia Legislativa de Roraima .

“As novas acusações podem ter repercussões políticas severas a nível estadual. Provocarei o Ministério Público frente a esta atitude, para que a Polícia Federal investigue esta ilegalidade. É preciso dar uma resposta à população de Roraima e às vítimas, que como eu, têm seus direitos violados”, afirma Ramos, que ainda reitera: “Não toleraremos práticas antiéticas e ilegais em qualquer nível que seja. Vivemos em um regime democrático e de direito”, finaliza Duda.

PUBLICIDADE