Vereador aliado chama secretária de incompetente e propineira; Prefeitura não recebeu denúncia. Veja vídeo

Crédito:

Compartilhe:

O vereador Ilderson Pereira (PTB), da base aliada do prefeito Arthur Henrique Machado (MDB), fez uma denúncia explosiva na tribuna durante a sessão ordinária da Câmara Municipal. Ele acusou a Secretária Municipal de Saúde, Regiane Matos, de estar envolvida em um esquema de propina. “Pedir propina que todo mundo aqui sabe ela sabe fazer mas pagar de santa é demais. Pedir propina de vereador” disse o parlamentar, deixando a entender que pedir propina de empresário é comum mas de vereador aí já demais

A denúncia não foi feita de forma oficial para a Prefeitura de Boa Vista e nem foi apresentada prova de como essa propina funcionaria.

Vereador não notificou prefeitura sobre denúncia

A prefeitura de Boa Vista ao ser questionada sobre a situação, informou que  não foi notificada de acusação alguma sobre a atuação da secretária municipal de Saúde.

‘Registra ainda que qualquer denúncia oficializada aos órgãos competentes será devidamente apurada pelo município, com base em critérios de transparência, ética e compromisso com a sociedade, como prevê a legislação e preza a gestão pública”.

Acompanharemos de perto os desdobramentos dessa denúncia e manteremos nossos leitores informados sobre qualquer desenvolvimento.

Veja Vídeo:

Regiane também é vereadora, mas está licenciada. Ele afirmou ter provas de que a gestora estaria cobrando “propina”, inclusive de outros vereadores mas não explicou como funcionaria o suposto esquema

O pronunciamento teria acontecido após reunião de prestação de contas da Saúde aos vereadores, em que, segundo Dr. Ilderson, nem a secretária, nem os técnicos que a acompanhavam conseguiram responder aos questionamentos feitos pelos parlamentares. Para o vereador, isso demonstraria “incompetência”. Ele mencionou, ainda, atraso no pagamento de servidores da pasta e indicadores de saúde abaixo das metas de saúde.

O vereador Ítalo Otávio (Republicanos), oposição ao Executivo, aproveitou o embalo para pedir a abertura de procedimentos de fiscalização e controle na Secretaria de Saúde. Outros vereadores se pronunciaram, no sentido de cobrar providências do prefeito sobre a denúncia.

“Não podemos nos calar diante dessa grave denúncia. Utilizarei minha assessoria jurídica para averiguar o que foi dito e garantir que os vereadores tomem as devidas providências”, afirmou Italo Otávio

O prefeito Arthur Henrique agora enfrenta pressões para tomar medidas imediatas contra a secretária.

“Até quando, prefeito Arthur, continuaremos com uma secretária que demonstra incompetência na prestação de contas e, ao mesmo tempo, é acusada de cobrar propina de vereadores?”, questionou Ilderson.

A denúncia ganha ainda mais peso porque, segundo o vereador, há provas concretas de que Rejane teria solicitado propina de um colega parlamentar. “Não podemos aceitar que uma secretária cobre propina de vereadores. Isso é inaceitável e prejudica a confiança da população na gestão pública”, enfatizou Ilderson.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE