Estiagem: Governo decreta situação de emergência em nove municípios

Crédito:

Compartilhe:

Na manhã deste sábado, dia 24, o governador Antonio Denarium assinou o decreto de situação de emergência nos municípios de Amajari, Alto Alegre, Cantá, Caracaraí, Iracema, Mucajaí, Pacaraima, Normandia e Uiramutã, em razão do agravamento da estiagem.

A assinatura ocorreu durante reunião no auditório do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), com a presença do vice-governador e secretário de Infraestrutura, Edilson Damião, e dos componentes do Gabinete de Crise criado em outubro de 2023: o comandante-Geral do CBMRR e coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Anderson Carvalho, o subcomandante, Gewrly Batista, secretários de Estado e presidentes de autarquias.

O objetivo do encontro foi alinhar as ações de combate à estiagem e incêndios florestais que vêm atingindo parte do Estado.

“Tivemos uma reunião com todo o Comitê de Crise para tratar sobre a estiagem e os incêndios florestais e acabei de assinar o decreto de situação de emergência em nove municípios de Roraima. Vamos fazer as ações necessárias para garantir apoio a todas as pessoas que precisam neste momento.  O Governo está autorizando a contratação de brigadistas para trabalhar na contenção e no combate aos incêndios e também vai contratar máquinas e equipamentos para perfuração de bebedouros e de poços artesianos”, destacou Denarium.

De acordo com o governador, o Corpo de Bombeiros Militar está coordenando as ações necessárias para atender toda a população de Roraima. Haverá uma segunda reunião com representantes de todas as secretarias no final da tarde deste sábado, 24, para ajustes de novas ações integradas. Na segunda-feira, 26, está prevista uma reunião com os prefeitos de todos os municípios do Estado.

O governador ressaltou ações que já estão sendo desenvolvidas e pediu o apoio da população para fazer uso racional da água e evitar provocar queimadas.

“Já estamos fazendo distribuição de água com caminhões pipa e várias outras ações integradas com as secretarias, órgãos convidados e prefeituras. Neste momento, solicito a toda a população que economize água. É muito importante ter água potável para o consumo humano. Peço também que não coloquem fogo na roça, isso pode causar incêndio florestal. Solicito ainda que não queimem lixo. A contribuição da população é muito importante. Vamos juntos passar por esse momento e atender toda a população de Roraima da melhor forma possível”, frisou o governador.

De novembro de 2023 até fevereiro deste ano, foram registrados 3.190 focos de incêndio em todo o Estado. É o maior número no período em toda a história. Só em fevereiro, foram 1.709.

O nível do Rio Branco está em -0,07cm (o nível da régua vai até -0,60cm). Em 2023 o nível mínimo registrado foi de 2,26m.

Ações serão implementadas por determinação do governo

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Anderson Carvalho, destacou que várias ações já foram implementadas. “Hoje tivemos mais uma reunião do Comitê de Crise da Operação Verão Seguro, reunindo toda a estrutura do Governo que compõe o comitê. A Operação é dinâmica e já vem sendo realizada desde outubro, com diversos atendimentos em todo o Estado. Só que desde a semana passada, tivemos um agravamento da situação. Vários focos de incêndio eclodiram. Com isso, novas ações precisam ser implementadas, a exemplo da decretação de situação de emergência em alguns municípios do Estado. Novas ações serão desenvolvidas para fazer frente à situação e minimizar os danos, dando a devida resposta nesse atendimento à população”, ressaltou.

Atualmente 364 militares estão atuando na operação. Foram realizadas 5.611 visitas de orientação a propriedades rurais, 1.012 combates a incêndios, ajudando a preservar uma área de cerca de 2,6 milhões de hectares.

O presidente da CAER (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima), James Serrador, destacou o trabalho que já está em andamento. “O Governo do Estado, por meio CAER, já vem desenvolvendo várias ações. Estamos com o nosso processo de contratação de poços artesianos, atendendo Pacaraima com caminhão pipa para reforçar o abastecimento de água. Estamos concluindo a adutora do Raiar do Sol para o Brigadeiro. Melhoramos a condição do fornecimento de água no Brigadeiro e no Araceli. Ontem estivemos em Rorainópolis fazendo a limpeza dos poços e a substituição de bomba de captação, praticamente duplicando a capacidade de captação de água bruta e a produção de água potável. O Governo está com ações efetivas e hoje estamos alinhando novas ações”, disse.

Governo suspende ciclo oficial de queimadas por tempo indeterminado

Uma das principais medidas tomadas pelo Governo de Roraima para a mitigação dos efeitos da estiagem é a suspensão imediata do ciclo oficial de queimadas. A medida, efetivada pela Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), que coordena esse calendário, está valendo desde a quarta-feira, 21.

O presidente da Femarh, Glicério Fernandes, falou das ações desenvolvidas. “Estamos numa situação de combate aos incêndios florestais e queimadas irregulares e, em alguns municípios, já realizando atividades complementares de abastecimento de água. Essa reunião é muito importante para o alinhamento de novas ações”, destacou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE