You are currently viewing Servidores da Prefeitura de Boa Vista anunciam paralisação

Servidores da Prefeitura de Boa Vista anunciam paralisação

No próximo dia 20 de outubro, os servidores da Prefeitura de Boa Vista vão parar. A paralisação de 24h está marcada para iniciar às 7h30 em frente ao Palácio 9 de Julho. O ato foi deliberado durante a Assembleia Geral Extraordinária realizada na sexta-feira, 8, na sede do Sitram (Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Boa Vista), entidade que representa a categoria.

Os trabalhadores cobram reajuste salarial para ativos e inativos, criação de auxílio-alimentação, reformulação dos PCCR’s (Planos de Cargos, Carreiras e Remunerações), correção de carga horária de trabalho, incorporação da GID (Gratificação de Incentivo à Docência) e contra a Reforma Administrativa (PEC 32/2020).

“Os servidores estão com o poder de compra sendo corroído. Temos estudos que comprovam essa perda salarial. Outro ponto que queremos da Prefeitura é a revisão do Plano de Cargos e Carreiras, existem servidores que têm a mesma função que outros e recebem menos. Há também trabalhadores que por força de decreto cumprem 30 horas semanais e outros, excluídos, cumprem 40 horas – é o caso dos servidores da SEMGES [Secretaria Municipal de Gestão Social] e os cuidadores”, destacou Sueli Cardozo, presidente do Sitram.

A pauta da Campanha Salarial, citada acima, foi apresentada e discutida com secretários do município, mas soluções não foram tomadas. O estudo do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) aponta que de 2016 até o momento, os trabalhadores têm 21% de perdas inflacionárias. Uma outra análise, que leva em consideração os dados divulgados pela própria PMBV, revelam que o município tem folga no orçamento para corrigir os salários.

“O prefeito tem conhecimento da nossa pauta, mas não recebe o Sindicato para discutir e buscar soluções para os principais problemas trabalhistas provocados pela própria Prefeitura”, criticou Sueli.