You are currently viewing Deputada reforça importância de educação diferenciada e específica

Deputada reforça importância de educação diferenciada e específica

Desde 2017 Roraima celebra no dia 28 de julho, o dia do Professor Indígena, como forma de homenagear aqueles que exercem essa função específica, diferenciada e multilinguística. A lei estadual 1.180 é de autoria da deputada Lenir Rodrigues (CIDADANIA), e foi proposta à época também para lembrar a professora da etnia Macuxi, Natalina da Silva Messias, líder de causas indígenas, e falecida em 2015.

Hoje a professora Natalina faria aniversário, e essa foi uma forma de homenagearmos essa professora natural da comunidade do Barro, da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, que sempre se preocupou, lutou e trabalhou pela educação diferenciada e específica para os povos indígenas do nosso estado e deixou todo um legado para seus colegas de profissão”, destacou Lenir.

Ainda conforme ela, esses profissionais desenvolvem suas funções na capital e interior, e por meio do seu trabalho perpetuam tradições próprias de Roraima, como as línguas maternas e costumes indígenas. “Foi a forma que encontramos de a sociedade local reconhecer esse trabalho que é tão importante para a educação do nosso estado, contudo ainda pouco conhecido e valorizado pela população”, disse.

Roraima é o único estado brasileiro com carreira específica para professor indígena, aprovado no PCCR (Plano de Cargo, Carreiras e Remuneração) em 2013. A deputada lembrou que no início deste mês o governador Antonio Denarium (Sem Partido), anunciou a realização de concurso público prevendo 1.000 vagas para contratação de professores de carreira do magistério indígena.

 “Essa é uma emenda ao Orçamento de minha autoria feita para a realização desse certame, e que teve autorização dada e anunciada pelo governador recentemente. Outros governadores já haviam prometido, mas dessa vez será cumprido, o que é outra vitória para a categoria profissional”, apontou Lenir. O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) foi contratado para realizar as provas. 

Deixe um comentário