You are currently viewing Em meio à pandemia, Prefeitura quer gastar R$ 2,1 milhões com lanches em secretarias

Em meio à pandemia, Prefeitura quer gastar R$ 2,1 milhões com lanches em secretarias

A Prefeitura Municipal de Boa Vista (PMBV) abriu edital de pregão eletrônico para a contratação de empresa especializada no fornecimento de lanche, coffee break e coquetel, em meio ao caos da crise financeira e milhares de mortes em decorrência da pandemia da Covid-19.

O aviso de licitação foi publicado no Diário Oficial do Município do dia 30 de abril. O acolhimento de propostas empresas participantes iniciou no dia 30 de abril e deve encerrar no dia 12 de maio, mesma data da realização do pregão.

Mesmo com decretos estabelecendo trabalho remito aos servidores municipais, o processo foi aberto a pedido da Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas (SMAG) e também devem atender as necessidades de outras nove pastas, incluindo o gabinete executivo do prefeito, Arthur Henrique (MDB). Os lanches devem custar aos cofres públicos mais de R$ 2,1 milhões.

Pelas estimativas, o número total de coquetéis volantes poderá atender a até 9 mil pessoas e o número de coffee break chegaria a mais de 21 mil pessoas. O cardápio do coquetel inclui variados tipos de queijos, peito de peru, bandeja de frios, canapés, sanduíche em pão sírio, tortas salgadas, entre outros.

Conforme o edital de pregão eletrônico nº 083/2021, o município justificou para atender os eventos realizados pela SMAG e demais órgãos Participantes, com o objetivo de proporcionar melhor rendimento aos cursos, formações continuadas, palestras, workshops, treinamentos, seminários, oficinas, encontros temáticos, reuniões técnicas, capacitações e ações institucionais. Entretanto, não consta na justificativa previsão para a realização dos eventos mencionados.

Outro lado- A reportagem do Política Macuxi solicitou posicionamento da Prefeitura de Boa Vista, mas ainda não obteve retorno. O espaço segue aberto para futuras manifestações.

Deixe um comentário