Servidores já podem pedir ajuda para enquadramento na União
Para Soldado Sampaio, presidente da Assembleia Legislativa, serviço vai agilizar o enquadramento de servidores. Foto: Supcom ALE-RR

Servidores já podem pedir ajuda para enquadramento na União

A partir desta segunda-feira (19), os servidores do ex-Território de Roraima interessados no enquadramento na União podem receber informações ou entregar documentação no prédio da Escolegis (Escola do Legislativo). O prédio está localizado na avenida Venezuela, 1.645, Liberdade, de segunda-feira a quinta-feira, das 8h às 13h.

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, Soldado Sampaio (PCdoB), colocar o corpo técnico e a estrutura física do Poder Legislativo a serviço dessa causa é dar celeridade e resguardar o direito às pessoas que serviram ao Estado de Roraima, à época, Território Federal entre 1988 a 1993, além de contribuir diretamente com a economia.

São quase 14 mil pessoas com esse direito. Quatro mil já deram entrada e 300 já foram enquadradas. Então a preocupação é agilizar e atender todas essas pessoas. É uma questão de justiça, e também de gerar emprego e distribuir renda”, declara.

Ajuda e esperança

Há décadas esperando pelo enquadramento, a servidora do ex-Território Zenaide Carvalho de Souza, que atuou como auxiliar de lavanderia no Hospital Geral de Roraima (HGR), desde a fundação, em 1991, espera que essa ação conjunta agilize os processos. “Eu achei ótima essa iniciativa. Eu vi o Governo se empenhando, a Assembleia Legislativa para agilizar, é por isso que eu estou com fé que agora vai porque tem mais gente envolvida para nos ajudar”, acredita.

Manoel Gomes exerceu a função de professor no ex-Território entre 1992 a 1993, comenta que procurou a comissão para tirar dúvidas a respeito das documentações, após ter o nome publicado em ata. “A princípio o atendimento foi muito bom, estava com muitas dúvidas, pois meu nome saiu na ata e eu ainda não tenho a documentação completa, por isso eu vim para saber quais os documentos para fazer essa complementação”, disse.

Quem pode requerer o enquadramento?

Podem pleitear o enquadramento na União: pessoas contratadas regularmente pelo ex-Território entre os anos de 1988 a 1993, não necessariamente por meio de concurso público, com pelo menos 90 dias consecutivos trabalhados e que tenham preenchido, à época, os requisitos da função.

Deixe uma resposta