You are currently viewing CÂMARA DE AMAJARI: Vereador com minoria de votos se declara presidente e eleição vai parar na Justiça

CÂMARA DE AMAJARI: Vereador com minoria de votos se declara presidente e eleição vai parar na Justiça

Após o imbróglio para a escolha do presidente da Câmara Municipal de Caracaraí, a eleição para a Mesa Diretora da Casa legislativa do município de Amajari também foi parar na Justiça.

Isso porque o vereador Irmão Davi (MDB), que presidiu a sessão para a eleição da Mesa, declarou-se presidente mesmo obtendo a minoria de votos.

Segundo informações obtidas pelo Política Macuxi, outra chapa encabeçada pelo vereador Adriano Novinho, também do MDB, teria se inscrito para concorrer na disputa pela presidência com o apoio de cinco vereadores, mas foi impedida de participar da eleição pelo vereador Irmão Davi, que mesmo com o apoio de quatro parlamentares declarou-se presidente.
Conforme o Art. 17 do regimento interno da Casa, se nenhum candidato obtiver a maioria dos votos, imediatamente deve ser feita uma nova eleição, que irá considerar eleito o mais votado, ou no caso de empate, o mais idoso.

Com o impasse, a chapa do vereador Adriano Novinho ingressou na Justiça com um pedido de liminar para que uma nova eleição seja realizada na Câmara do município. O Juiz Air Marin Júnior deu, no dia 5 de janeiro, o prazo de 72 horas para que a Câmara se manifeste sobre o assunto.