You are currently viewing Professores criticam ‘gestão antidemocrática’ de Prefeitura e farão novo protesto por Fundeb

Professores criticam ‘gestão antidemocrática’ de Prefeitura e farão novo protesto por Fundeb

Após quase 100 dias sem respostas e falta de diálogo por parte da Prefeitura de Boa Vista, os professores municipais irão realizar nesta quinta-feira, 10, novo protesto para cobrar o rateio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Desta vez, o ato irá ocorrer em frente à sede da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec). Conforme uma das organizadoras, a professora Sirdennys Silva, a prefeita Teresa Surita (MDB) teria informado em suas redes sociais que informaria sobre o rateio do Fundeb no início deste mês, o que não ocorreu.

“Não foi passada nada, ela não nos responde e tem até nos bloqueado nas redes sociais. Mandamos ofícios para a Secretaria de Finanças, Conselho do Fundeb, mas quase 100 dias depois não tivemos nenhuma resposta”, disse.

Além da falta de informações a respeito do cálculo do Fundeb, os profissionais em educação também irão manifestar contra os gastos feitos pelo município na rede municipal mesmo com as aulas suspensas desde março.

Os profissionais da educação se reuniram em frente ao Palácio 9 de Julho, sede da Prefeitura, onde esperavam ser recebidos pela prefeita, Teresa Surita (MDB), mas não foram atendidos.

“A gente sabe que o dinheiro que entrou não deveria estar sendo gasto. Estamos questionando o motivo dos gastos sem aulas. A prefeita está comprando computadores, tênis, e não tem justificativa para esses gastos”, afirmou a professora.

Segundo ela, denúncias foram formalizadas na Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público de Contas (MPC) e demais órgãos fiscalizadores. Há mais de três meses os professores cobram um posicionamento da Prefeitura sobre a questão.

“Nunca nos receberam, nem o prefeito eleito [Arthur Henrique] nos recebeu enquanto candidato e imaginamos que essa postura vai continuar. É uma gestão que não é democrática”, criticou.

Outro lado- A reportagem solicitou posicionamento da Prefeitura de Boa Vista e questionou o motivo de o município ainda não ter informado sobre o cálculo para o rateio do Fundeb entre os professores. Até o momento, não houve retorno.