Partido denuncia ao TRE que candidato usa Apae para pedir votos

Partido denuncia ao TRE que candidato usa Apae para pedir votos

O diretório estadual em Roraima do Pros entrou com ação de investigação judicial eleitoral contra o candidato Bruno Perez por propaganda antecipada e uso da Apae para pedir votos.

Segundo a denúncia, o radialista estaria se utilizando do cadastro da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) – instituição que preside em Roraima – para fazer visitas as famílias de crianças deficientes fazendo propaganda política, pedindo votos e prometendo vantagens indevidas como atendimento e remédios a familiares em troca de votos.

Outra denúncia que consta na ação é que o radialista já estaria em campanha eleitoral antes do prazo permitido pela justiça eleitoral.

“Ele encontra-se aproveitando de sua influência política junto à prefeitura e sua posição como presidente da APAE para pedir votos de familiares de pessoas com deficiência, atendidas pela instituição que preside. Usa do poder econômico para praticar condutas que violaram o princípio da isonomia no processo eleitoral em prol de sua candidatura” afirma trecho da ação.

Uso indevido de meio de comunicação para atacar adversários

Outra denúncia feita na ação é que o candidato utilizava a rádio onde trabalhava para atacar adversários políticos de seu partido, além de receber em seus programas aliados para fazer sua propaganda eleitoral.

O Partido anexou na ação um áudio gravado por uma das pessoas visitadas. Segue trecho do áudio.

“Bruno Perez: Aí eu te falo, se tem um vereador do movimento apaeano,
como eu estou me dispondo, eu não vou ter… posso não resolver porque
não é gerência da prefeitura, mas por exemplo, o que for para resolver,
vem lá, to com um problema aqui, o Bruno conserta, então, o meu
intuito é justamente ter esse acesso fácil, tem pela APAE. Ah Bruno,
mas você vai virar vereador e vai mudar, vai mudar, minha rotina,
talvez não consiga vir aqui. Mas qual vai ser, “Ô Bruno, (…) Vocês
querem que eu volte aqui ou que eu resolva os problemas? Não, quero
resolver os problemas. Então é isso. O intuito.. O que eu faço na rádio,
eu resolvo a demanda de muita gente. (…) E aí falta força política às
vezes porque eu como vereador e como jornalista eu vou ter o calibre
mais grosso para correr atrás. E aí (…), tô com uma bronca aqui,
será que o Bruno consegue resolver? Passa pro pessoal aí e tal e
vai daqui e vai dali e resolve, entendeu?
(…)
Eleitora: – E essas pessoas que você tá visitando, não vai ficar pra trás
,né? Não vai ficar no esquecimento? Que vai ter pessoas pra resolver,
realmente.
– Eu vo tá lá como referência. E as pessoas vão querer resolver. São
demandas simples que Às vezes você (…) Não claro, ó, vamo lá,
vamos só pensar, você tá precisando de um medicamento pra ti,
ó. Vamos supor, aí você, vamos supor, procura a Leila, a Leila
me procura, para eu procurar o secretário, para o secretário
procurar o pessoal lá. E depois volta tudo até você ter a resposta.
Quanto tempo que acontece isso? Eu, tenho um caminho mais
curto com o secretário, com o diretor, com a prefeita… “

O advogado anexou na ação também várias fotos nas quais se pode observar o radialista realizando visitas em casas e feiras antes do prazo da campanha eleitoral permitir.

O partido requereu a instauração de ação de investigação judicial eleitoral, por conta do abuso do poder político, econômico e uso indevido dos meios de comunicação e pediu que fosse aplicada sanção de inelegibilidade para as eleições que se realizarem nos oito anos subsequentes à eleição.

OUTRO LADO

O Política Macuxi procurou o candidato via email e aguarda retorno. Assim que for respondido,  matéria será atualizada

Deixe uma resposta