CESTAS BÁSICAS: Senador denuncia superfaturamento na Prefeitura

CESTAS BÁSICAS: Senador denuncia superfaturamento na Prefeitura

O senador por Roraima Telmário Mota (Pros) denunciou suposto superfaturamento na compra de cestas básicas adquiridas pela prefeitura de Boa Vista. Segundo eles, estaria faltando mais de R$ 1 milhão de reais entre o valor pago pela prefeita Teresa Surita (MDB) pelas cestas e a quantidade comprada pela prefeitura.

As cestas básicas seriam distribuídas para famílias carentes atingidas pela Covid-19.

“Tem uma coisa que não está batendo. A prefeita Teresa disse que entregaria 56 mil cestas básicas. Multiplica isso por 60 reais, e daria R$ 3,360 milhões. Mas a compra que ela fez no Nova Era, que é um supermercado de fora, deu mais de R$ 4,440 milhões, o que dava pra comprar 74 mil cestas básicas. Ou seja, ou estão sumindo com 18 mil cestas básicas, ou sumiram com R$ 1, 99 milhão i. Tem coisa errada ai. Além isso, ela está pegando servidores da prefeitura, deixando em pontos da cidade e solicitando doações. Ministério Público pode apurar que tem maracutaia nisso” afirmou o senador em vídeo distribuído para a imprensa.

DIÁRIO – No Diário Oficial do Município, publicado no dia 20 de abril de 2020, a Comissão Permanente em Licitação (CPL) certificou a dispensa de licitação no processo 6629/2020 da Semges, para comprar as cestas básicas em caráter emergencial, por conta do coronavírus, com prazo de 6 meses em favor a empresa Mercantil Nova Era. O contrato é no valor de R$ 4,450 milhões, para comprar 56 mil cestas básicas. A página ‘Voz de Roraima’ deixa o espaço aberto para a prefeitura de Boa Vista se manifestar.